CV é apontado como financiador de rede de apoio a fugitivos de Mossoró, revela investigação jornalística

A polícia federal descobriu que o Comando Vermelho, uma facção criminosa, está financiando uma rede de apoio para ajudar os dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A rede de apoio inclui alimentação, bebidas e transporte na área rural da região, e há suspeitas de que os fugitivos possam ter […]

Compartilhe este conteúdo


A polícia federal descobriu que o Comando Vermelho, uma facção criminosa, está financiando uma rede de apoio para ajudar os dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A rede de apoio inclui alimentação, bebidas e transporte na área rural da região, e há suspeitas de que os fugitivos possam ter obtido armas de fogo.

O jornal Folha de S. Paulo divulgou essa informação após ter acesso a parte da investigação. Os fugitivos, Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, vinculados ao CV, escaparam da prisão de segurança máxima no dia 14. Cerca de 600 agentes de segurança estão empenhados em recapturá-los, ampliando o perímetro de buscas para a divisa entre o Rio Grande do Norte e o Ceará.

De acordo com as investigações, os fugitivos contataram membros do CV na noite de 16 de fevereiro, quando mantiveram uma família refém na zona rural de Mossoró, usando um celular dos reféns. A facção teria intermediado o suporte de um morador local da região. Recentemente, a Polícia Federal prendeu o dono de um sítio que abrigou os fugitivos por aproximadamente oito dias.

O sítio, localizado na zona rural de Baraúna a cerca de 30 quilômetros da penitenciária, na divisa com o Ceará, teria recebido cerca de R$ 5 mil para prestar o serviço. Até o momento, seis pessoas foram detidas suspeitas de ajudar na fuga dos dois indivíduos. As autoridades continuam intensificando as buscas na divisa entre o Rio Grande do Norte e o Ceará.

Outros assuntos relacionados
Carlos Santana

Carlos Santana

Jornalista chefe

Jornalista e redator chefe do Jornal da Net.

São Paulo, SP.

Tópicos do conteúdo

Buscas relacionadas

Mega sena