Senadores avaliam que PEC dos mandatos do STF depende do apoio de Lira

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem defendido uma pauta que propõe fixar mandatos para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por meio de uma PEC (proposta de emenda à Constituição). No entanto, para que essa proposta avance, é necessário o apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para que os senadores […]

Compartilhe este conteúdo


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem defendido uma pauta que propõe fixar mandatos para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por meio de uma PEC (proposta de emenda à Constituição). No entanto, para que essa proposta avance, é necessário o apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para que os senadores comecem a trabalhar nesse sentido.

Segundo parlamentares próximos a Pacheco, essa articulação conjunta é fundamental para evitar que o desgaste recaia apenas sobre o Senado. Um exemplo citado é a PEC que limita as decisões individuais dos ministros do STF, aprovada em novembro pelos senadores e que ainda não avançou na Câmara dos Deputados.

Em contrapartida, Lira solicitou aos líderes partidários que consultassem suas bancadas sobre como reforçar o respeito às prerrogativas parlamentares, com foco nas operações policiais nos gabinetes dos deputados. Recentemente, Pacheco afirmou que não seria razoável proibir medidas cautelares “contra qualquer tipo de segmento ou qualquer tipo de nível de autoridade pública”.

Outros assuntos relacionados
Carlos Santana

Carlos Santana

Jornalista chefe

Jornalista e redator chefe do Jornal da Net.

São Paulo, SP.

Tópicos do conteúdo

Buscas relacionadas

Mega sena